im-83879

PayPal compra startup israelense de custódia de criptomoedas

Fundada em 2018, Curv vai integrar divisão da empresa dedicada a blockchain e moedas digitais

por Pedro Strazza

O PayPal confirmou nesta segunda (8) a aquisição da Curv, uma startup israelense que é dedicada ao serviço de custódia de criptomoedas – ou seja, uma espécie de banco digital focado em Bitcoins e outras moedas do tipo. Embora dados da transação não tenham sido divulgados ao público, o jornal israelense Calcalist aponta que a companhia teria desembolsado de 200 a 300 milhões de dólares no negócio, enquanto a CNBC diz que ficou abaixo dos 200 milhões.

A compra acontece poucos meses depois do PayPal anunciar ao mundo um comprometimento para incorporar pagamentos por criptomoeda em seus serviços, alegando em outubro de 2020 que a mudança era “inevitável”. Desde então, a empresa fez parceria com a Paxos para permitir compra e venda de criptomoedas nos EUA e lançou uma nova unidade de negócios focada em blockchain e moedas do formato, o que leva à aquisição de hoje.

De acordo com o anúncio oficial, a Curv vai “acelerar e expandir” as iniciativas do PayPal na área se juntando à divisão acima, onde deve acrescentar “um time forte de tecnólogos” e experiência à unidade. Além das carteiras virtuais, a startup fundada em 2018 conta com políticas que aumentam as possibilidades de acesso e segurança ao usuário, incluindo aí chaves digitais que permitem que a conta esteja protegida de ataques mesmo quando laptops sejam roubados.

O vice-presidente da PayPal Jose Fernandez da Ponte ainda comenta na divulgação da compra que “A aquisição da Curv faz parte de nossos esforços para investir em talento e tecnologia que materializaem nossa visão de um sistema financeiro mais inclusivo”, o que sugere que a empresa pode estar traçando mais negociações na área neste momento.

Compartilhe: