cover-disneyplus1

Disney+ chega a 100 milhões de assinantes em um ano e quatro meses

Em apenas 16 meses, streaming da Disney se aproxima dos principais concorrentes que estão há anos no mercado

por Matheus Fiore

Continuando sua expansão internacional, o streaming da Disney, o Disney+, chegou a 100 milhões de assinantes pelo mundo. A marca foi atingida apenas 16 meses após o lançamento da plataforma, provando que o streaming de séries originais como “The Mandalorian” e “WandaVision” tem funcionado com públicos de diversos países.

A marca foi anunciada por executivos em uma reunião anual de acionistas. Na última contagem, divulgada em janeiro, o streaming estava com 94 milhões de assinantes. A notícia chega logo após o fim da primeira temporada de “WandaVision” e pouco antes da estréia da próxima série pertencente ao Marvel Studios, “Falcão e o Soldado Invernal”, que deve fazer a plataforma ganhar ainda mais assinantes.

O sucesso da Disney no streaming surpreende até mesmo os concorrentes. Em abril do ano passado, o CEO da Netflix, Reed Hastings, chegou a duvidar que o Disney+ poderia chegar a 60 milhões de assinantes no primeiro ano. Vale notar, também, que a pandemia fez com que o consumo de streaming tivesse um grande salto no último ano, além do fato de boa parte das estréias do cinema terem sido adiadas e levadas para o streaming.

Além dos seriados originais, o Disney+ também foi beneficiado por ser o único lugar com seus novos lançamentos cinematográficos, como o remake em live-action de “Mulan”, que era um dos filmes mais aguardados de 2020, e “Raya”. A título de comparação, os principais concorrentes da Disney, que atuam há muitos anos no mercado, possuem, respectivamente, 195 milhões (Netflix) e 150 milhões (Amazon Prime Video) de assinantes.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link