NRP-Comment_Moderation_Launch_inline2

Facebook volta a facilitar acesso do usuário a feed em ordem cronológica

Rede social também aumentou opções de controle de quem pode e não pode comentar suas publicações

por Pedro Strazza

Já faz um bom tempo que o Facebook adotou como modo de operação básico a linha do tempo norteada por algoritmos, mesmo no feed de notícias onde presumidamente se prioriza o que é “recente”. É uma estratégia que desde sempre passa por todo tipo de alteração, de dar destaque a notícias a voltar privilegiar os amigos na plataforma, mas agora o discurso da empresa parece ser o de plena customização ao dono da conta – e isso envolve voltar a facilitar o acesso a uma ordem cronológica das publicações.

A novidade no caso é parte de uma ferramenta chamada “Feed Filter”, anunciada nesta quarta (31) e que permite dar acesso mais rápido à opção de visualizar a linha do tempo pela sequência do mais recente ao mais velho. De acordo com o blog oficial, a opção estará disponível no topo do feed de notícias e também vai facilitar o acesso à escolha de amigos e páginas para se priorizar na página central do aplicativo – que permite a você escolher 30 itens para serem exibidos primeiro na rede social.

O filtro não é a única novidade neste intuito de customização. A plataforma também disponibilizou um conjunto de ferramentas que possibilita ao usuário controlar quem pode comentar em suas publicações, desde geral até pessoas e páginas que você marque em posts específicos – o que pode ser ideal a criadores de conteúdo, figuras públicas e marcas.

Tudo entra no grande esquema das coisas que a companhia vem desenhando nos últimos meses. O Facebook recentemente acrescentou uma opção de “soneca” que permite omitir publicações de amigos, grupos e páginas específicas por um determinado período de tempo, além de passar a deixar que o público omita voluntariamente anúncios políticos após todo o caos das últimas eleições presidenciais dos EUA.

O Feed Filter já está disponível para usuários de Android e deve aparecer nas próximas semanas para a versão do aplicativo para o iOS.

Compartilhe: