fkdMSS93pFBzNW9OByNpi8i2UYg

Por US$ 400 milhões, Netflix pode produzir 2 sequências de “Entre Facas e Segredos”

Acordo está próximo de ser concretizado e é resultado de "leilão" da franquia disputado com Apple e Amazon

por Pedro Strazza

De sucesso surpresa de 2019, “Entre Facas e Segredos” agora é uma franquia – e das mais desejadas pelo streaming. De acordo com o Deadline, a Netflix está para fechar negócio para produzir e distribuir as duas sequências do filme de mistério, que já tem garantido o retorno de Daniel Craig no elenco e de Rian Johnson na direção e no roteiro. A surpresa é o valor do negócio: a compra do projeto está avaliado na altura dos US$ 400 milhões, um dos acordos mais caros da história do streaming.

O número alto é fruto de uma corrida silenciosa que vem se desenrolando nos últimos meses pelos direitos da produção das continuações, que não estavam previstas no acordo tecido pela produtora e distribuidora do primeiro capítulo, a MRC. Além da Netflix, a Amazon e a Apple estavam na disputa, fruto do interesse claro num filme que há dois anos chegou a US$ 311 milhões de bilheteria com um orçamento de US$ 40 milhões.

Considerando que a soma de US$ 400 milhões é destinada a dois filmes, o acordo já coloca a produção de Johnson ao lado de “The Gray Man” e “Red Notice”, atualmente as duas produções mais caras do catálogo da Netflix pelo orçamento inicial de US$ 200 milhões. Sinal evidente do movimento da plataforma em direção a blockbusters, claro, de olho em qualquer produção que consiga gerar uma franquia – algo que “Resgate” deve gerar em breve pro serviço.

Com as filmagens previstas para 28 de junho, a expectativa agora é que a produção da sequência ande rápido, em especial conforme o negócio for fechado de fato e a possibilidade de um orçamento maior for garantida ao projeto. Além de Craig, Johnson e o produtor Ram Bergman, o segundo “Entre Facas e Segredos” não anunciou ninguém para o elenco ou a produção.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link