reuters-sputnik-v Imagem: Reuters/Shamil Zhumatov

Sputnik V promete vacinar seus seguidores no Twitter em programa especial

Perfil oficial da vacina russa afirma que projeto não é uma brincadeira de 1º de abril e que sua missão é contribuir para a volta da normalidade no mundo

por Soraia Alves

Através de um post em seu perfil oficial o Twitter, a Sputnik V prometeu vacinar seus seguidores em um programa especial de vacinação. A mensagem, porém, não passou muito credibilidade ao público, tanto por ser uma proposta inusitada, quanto por ter sido anunciada justamente no dia 1º de abril, conhecido mundialmente como Dia da Mentira.

A Sputnik V, no entanto, fez uma outra postagem para confirmar que não se trata de uma brincadeira, e que sua missão é salvar vidas e contribuir para a volta da normalidade no mundo. A segunda mensagem também traz um pouco mais de informações sobre o programa de vacinação, que estaria programado para começar em julho deste ano.

Além de pedir seguidores e oferecer uma projeção de uma data, a Sputnik V não deu mais nenhuma informação sobre como funcionaria o tal programa de vacinação. A ação, no entanto, ficou com cara de uma campanha de estímulo a uma espécie de “turismo por vacinas”.

A Suptnik V foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, laboratório russo sediado em Moscou, e foi a primeira vacina contra a Covid-19 registrada no mundo. Segundo os dados preliminares de uma pesquisa, realizada por cientistas não envolvidos no desenvolvimento da vacina, e publicada no The Lancet, a Sputnik V atingiu 91,6% de eficácia contra a Covid-19.

Nesta semana, a Anvisa concedeu certificados à Inovat Indústria Farmacêutica/União Química, que produz a Sputnik V. Com essa certificação, agora a farmacêutica pode fazer o pedido de uso emergencial da vacina no Brasil.

Compartilhe: