rexona-projeto-esportes Imagem: Divulgação/Rexona

Rexona lança projeto que usa esportes para capacitação de jovens

Projeto Quebrando Barreiras proporciona acesso a treinadores e mentores para ajudar crianças e adolescentes a terem uma vida mais ativa e saudável

por Soraia Alves

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 80% da população jovem do mundo se movimenta pouco, abaixo do considerado ideal. Em paralelo, um estudo encomendado por Rexona, que ouviu mais de 5 mil pessoas em cinco países, incluindo o Brasil, mostrou que 1 em cada 3 pessoas está infeliz com seu atual nível de atividade física. Ainda 2 em cada 3 pessoas sofrem com falta de motivação, e quase a metade dos entrevistados identifica o constrangimento como uma barreira ao movimento.

Por essa realidade, Rexona anuncia, em parceria com a Beyond Sport, o Projeto Quebrando Barreiras, programa lançado neste Dia Internacional do Esporte, 06/04, e que visa usar o esporte e a atividade física para capacitar jovens com a confiança e oportunidade de superarem barreiras e alcançarem a vida ativa e saudável que desejam através do movimento.

Segundo Kathryn Swallow, vice-presidente global de Rexona na Unilever, a marca está lutando por um mundo mais igualitário: “Por meio do Projeto Quebrando Barreiras, estamos dando aos jovens motivação, acesso a treinadores e espaços seguros, de que precisam para se movimentarem mais. Porque, por meio do movimento, todos podem encontrar a confiança para quebrar seus limites”, completa.

O programa se concentra no apoio a crianças e adolescentes, especialmente aqueles que enfrentam as maiores barreiras de serem ativos, como jovens de periferia, equipando-os com habilidades essenciais para a vida, como confiança, trabalho em equipe e resiliência. Ao proporcionar acesso a treinadores e mentores, além de espaços seguros para se movimentar, esses jovens poderão encontrar a confiança para superarem os limites que os afastam de uma vida com mais movimento e qualidade – aqueles que são impostos por eles próprios e pela sociedade.

Barreiras em relação ao movimento

A pesquisa global conduzida por Rexona descobriu que um número surpreendente de pessoas enfrentam barreiras que as impedem de se movimentarem. Uma das principais é a dúvida de si mesmo. O estudo revelou que uma em cada 2 pessoas se preocupa em não ser boa o suficiente, enquanto 4 em cada 10 temem ser julgadas por outras pessoas. 6 em cada 10 pessoas acham que uma vida ativa seria inatingível, por isso nem tentam.

A pesquisa também mostrou que 66% das pessoas globalmente acreditam que a sociedade apenas comemora os vencedores, número que entre os brasileiros é ainda maior, 71%. Duvidar das suas próprias capacidades é um sentimento comum (88%) entre as pessoas entrevistadas em todos os países e, entre os jovens, a frequência da dúvida é maior.

Dados da Fundação ABRINQ (2021) apontam que 74% dos jovens no Brasil estão em escolas públicas, que muitas vezes não possuem estrutura básica para o incentivo a atividades físicas. Além disso, 4 milhões de jovens moram em regiões periféricas com condições de vida precárias. Isso se reflete também na pesquisa conduzida por Rexona, que mostrou que um em cada dois participantes diz que os custos necessários para a prática de alguma atividade física é um fator limitante para sua participação, sem contar a dificuldade de acesso observada principalmente em regiões periféricas.

Por meio do Programa Quebrando Barreiras, a marca vai contribuir para quebrar de fato grandes barreiras que impedem as pessoas de se movimentarem, através de ações concretas com foco em impacto social e desenvolvimento humano.

O Projeto Rexona Quebrando Barreiras será composto por parceria com as instituições love.fútbol, IEE, ACER Brazil, Instituto Fazer Acontecer e ACE Projects.

Compartilhe: