coronavirus-sp Imagem: Amanda Perobelli/Reuters

6 em cada 10 brasileiros acreditam que a pandemia será controlada em menos de um ano

Dados são resultados do levantamento "One Year of Covid-19" realizado pela Ipsos para o Fórum Econômico Mundial com entrevistados de 30 países

por Soraia Alves

Para 61% das pessoas no Brasil, levará menos de 12 meses até a total contenção da pandemia de Covid-19 no país. É o que aponta o levantamento “One Year of Covid-19”, realizado pela Ipsos para o Fórum Econômico Mundial com entrevistados de 30 países. Questionados sobre quanto tempo demoraria até que a pandemia fosse contida, 9% dos brasileiros responderam “entre 0 e 3 meses”, 15% disseram “entre 4 e 6 meses”, 36% (a alternativa com maior número de respostas) opinaram “entre 7 e 12 meses”, 35% acham que demorará mais de um ano e 4% acreditam que a crise na saúde nunca será controlada.

Assim como o Brasil, em outras 19 nações o período entre 7 e 12 meses foi o que apresentou porcentagem mais alta. Dois grupos diferem deste resultado. O mais positivo, com Índia, China e Arábia Saudita, aposta na contenção da pandemia daqui 4 a 6 meses. Por outro lado, Japão, Suécia, França, Polônia, Espanha, Austrália e África do Sul possuem uma visão mais negativa e acreditam majoritariamente que demorará mais do que 12 meses até uma completa recuperação da situação sanitária global.

Na média de todos os entrevistados dos 30 países, 13% acreditam que a Covid-19 será contida nos próximos 3 meses, 13% acham que será entre 4 e 6 meses, 32% responderam “de 7 a 12 meses”, 35% avaliam que a contenção só acontecerá daqui um ano e 7% disseram que a pandemia não será controlada nunca.

Retorno à normalidade

O percentual de entrevistados no Brasil que acredita não ser possível voltar à normalidade em menos de um ano é de 35%. Considerando a média global, o pessimismo cresce: 4 em cada 10 pessoas (41%) não veem qualquer possibilidade de vida normal pelos próximos 12 meses.

Enquanto 35% dos respondentes no Brasil creem que a volta à normalidade não acontecerá nos próximos 12 meses, 15% acreditam que o retorno à normalidade acontecerá entre 0 e 3 meses, 14% acham que demorará de 4 a 6 meses e 36% responderam “entre 7 e 12 meses”

Na média global, são 14% os que apostam em um retorno à rotina pré-Covid entre 0 e 3 meses, 13% disseram que será entre 4 e 6 meses, 32% escolheram o período entre 7 e 12 meses e 41% não acreditam que será possível voltar à vida normal nos próximos 12 meses.

A pesquisa on-line foi realizada com 21.011 entrevistados, com idades entre 16 e 74 anos, de 30 países, sendo mil brasileiros. Os dados foram colhidos entre os dias 19 de fevereiro de 05 de março de 2021. A margem de erro para o Brasil é de 3,5 pontos percentuais.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link