Campanha da Dove destaca ilusão de imagens editadas em redes sociais

Vídeo mostra jovem voltando a ser quem era antes de desfigurar seu rosto por um aplicativo

por Matheus Fiore

A Dove divulgou um vídeo chamado “Reverse Selfie” (ou selfie reversa), que aponta a ilusão trazida pelas imagens editadas que inundam redes sociais como o Instagram. A ideia da campanha é mostrar como aplicativos de edição levam principalmente adolescentes a ter uma baixa autoestima em virtude dos padrões irreais e inalcançáveis.

No filme, vemos o processo reverso de uma jovem editando uma selfie por um aplicativo. Aos poucos, a boneca editada por aplicativo volta a ser um ser humano normal, revelando um criança. com seu rosto real. O vídeo faz parte do projeto Dove Self-Esteem, que também foi responsável por criar o Confidence Kit, um pacote que pode ser baixado online e que traz dicas, conselhos e informações sobre redes sociais e como elas afetam o psicológico principalmente dos jovens.

Segundo o projeto, 85% das mulheres começam a usar aplicativos de melhoria de fotos e uso de filtros já aos treze anos de idade. As famosas ferramentas permitem que elas façam alterações em suas peles, peso e até mesmo nas feições do rosto – o que claramente tem um efeito imenso na onda de busca por procedimentos como harmonizações faciais e bichectomia.

A mesma pesquisa aponta ainda que 67% das jovens mudam ou ocultam ao menos uma parte de seu corpo antes de postar uma foto nas redes sociais. A Dove tenta, com seu filme, trazer uma reflexão sobre o assunto e principalmente sobre os padrões impossíveis promovidos por essa cultura que permeia as redes sociais.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link