1_w-CtORKIXjKaKPfvC-iuJg Imagem: Reprodução

Rede social de sexo, Sexlog ganha 3 milhões de usuários durante a pandemia

Com 14 milhões de usuários, rede social de sexo liberal viu aumento na criação de perfis de casais e mulheres

por Pedro Strazza

Enquanto a vacinação anda a passos muito lentos no país, o brasileiro vai completando um ano e dois meses dentro da pandemia do coronavírus, o que em tese significa um bom tempo precisando conviver com quarentena e medidas de distanciamento social. Em outras palavras, isso significa que o país está sem ver uma festinha ou encontro social do tipo há meses – e com isso as possibilidades pra vida sexual estão concentradas no mundo virtual.

Quem se deu bem nessa história foi o Sexlog. Auto intitulada “a maior rede social de sexo liberal da América Latina”, a plataforma registrou um crescimento de 37% no número de usuários novos no último ano, indo de 11,4 milhões de cadastros para 14,7 milhões – um número que inclui perfis de solteiros e conjunta de casais.

O dado vem de um levantamento feito pela própria rede social em torno da alta de seus números nos últimos meses. O mais interessante é que a razão do aumento se deve principalmente a casais e mulheres, cujo volume de perfis cresceu 25% entre abril de 2020 e abril de 2021. A quantidade de conteúdos também cresceu: atualmente são postados em média 15 mil fotos e mil vídeos por dia no Sexlog, números respectivamente 25% e 18% maiores que ano passado.

De acordo com o CEO da plataforma, Leandro Kitamura, o crescimento do Sexlog se dá pelo aumento das medidas restritivas para controlar a pandemia, o que forçou casais e solteiros a se reinventar para satisfazer os desejos. A rede social também alega que muitos perfis antigos voltaram à ativa nos últimos meses, após um período de abandono claro, mas números porcentuais não foram divulgados.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link