Projeto “Living Images” registra animais extintos antes que pudessem ser fotografados

Ação conta com a premiada fotógrafa norte-americana Ami Vitale, autora da fotografia que registrou o último rinoceronte-branco do norte macho do mundo

por Soraia Alves

Criado com o objetivo de alertar para a proteção de animais ameaçados de extinção, o projeto “Living Images” reconstruiu a imagem de três espécies que nunca foram registradas: o Leão Americano, a Tartaruga Gigante de Rodrigues e o Grande Auk.

A reconstrução das espécies foi feita com o apoio de profissionais especializados, a partir de imagens de animais em extinção. Para isso, a Getty Images e a AlmapBBDO convidaram a premiada fotógrafa norte-americana de natureza e conservação, Ami Vitale, para conduzir a campanha. Ami é autora da fotografia que registrou o último rinoceronte-branco do norte macho do mundo.

Na campanha “Living Images” é ela quem também registra a primeira imagem de um animal extinto, em seu habitat natural. O filme criado pela AlmapBBDO, produzido pela produtora MyMama e sonorizado pela Jamute registra a expedição da fotógrafa à Califórnia, onde ela captura a foto do Leão Americano, além de imagens das terras onde viveu o felino, antes de ser extinto.

Divulgação/Getty Images

No site da iniciativa é possível fazer uma imersão no projeto, ter uma experiência interativa e conhecer em detalhes os três animais que foram extintos, sob consultoria do paleontólogo Lucas Inglez e parceria da produtora NOTAN. Foram necessárias centenas de imagens de animais atualmente ameaçados de extinção – todas do banco da Getty Imagens – para dar forma e cor às espécies jamais fotografadas.

Os visitantes da plataforma podem ainda visualizar os animais em 360º, entender o que aconteceu com eles ao longo da história e ainda explorar todas as imagens usadas no projeto. Além do site, a campanha “Living Images” também pode ser vista no canal de YouTube da Getty Images.

Divulgação/Getty Images
Divulgação/Getty Images

“Getty Images possui milhões de imagens nos seus arquivos. A partir do potencial criativo da plataforma, demos vida a esse projeto, que faz um alerta sobre a importância de protegermos espécies que, assim como as que reconstruímos, podem acabar desaparecendo do planeta. Mais um projeto que reforça a conexão da empresa com a sustentabilidade e o meio ambiente”, comenta Marcelo Nogueira, diretor executivo de criação da agência.

O projeto é bem semelhante à recente iniciativa da WWF Chile, que criou um museu virtual no qual os visitantes podem viver uma experiência móvel imersiva e interagir com os animais extintos na vida real.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link