appleb9

Só 12% dos usuários de iPhone aceitam que apps monitorem suas atividades para exibir anúncios personalizados

Nos Estados Unidos, a novidade trazida pela Apple no iOS 14.5 foi aceita por 4% dos usuários

por Matheus Fiore

O lançamento do iOS 14.5 trouxe diversas novidades para os usuários do iPhone, mas uma das principais funcionalidades oferecidas pela Apple tem sido pouco discutida, mesmo que represente um avanço imenso. A nova versão do sistema operacional do smartphone mais popular do mercado permite que o usuário escolha se permitirá ou não que aplicativos rastreiem seu uso em outros apps ou no navegador, a fim de exibir propagandas segmentadas.

Um relatório do Flurry aponta que apenas 12% dos usuários do iOS permitiram que esses aplicativos rastreassem suas atividades. Ou seja, 88% não desejam de forma nenhuma que apps como o Facebook e o Instagram acompanhem seus hábitos virtuais para exibir anúncios personalizados. Se falarmos apenas dos Estados Unidos, o número é ainda mais expressivo: apenas 4% dos estadunidenses aceitam ter suas atividades monitoradas.

O recorte da pesquisa levou em conta 5,3 milhões de usuários ativos e diários do iOS 14.5. A ferramenta, apesar de simples, faz uma grande diferença para o usuário em uma era em que a privacidade vale ouro na internet – principalmente após os escândalos de vazamentos de dados dos últimos anos, como o da Cambridge Analytica.

Como lembra o The Next Web, mesmo que a funcionalidade seja bastante interessante, a Apple não está simplesmente sendo boazinha. A empresa de Tim Cook percebe como privacidade é um bem importante na atualidade, e vê nisso a oportunidade de vender o iPhone como um smartphone mais seguro que os concorrentes Android.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link