Amazon Studios está confiante que investimento na série de "Senhor dos Anéis" vai valer a pena
Imagem: Reprodução/New Line Cinema

Amazon Studios está confiante que investimento na série de “Senhor dos Anéis” vai valer a pena

Chefe do estúdio Jennifer Salke também comenta sobre preços exorbitantes que streamings estão pagando para realizar projetos

por Matheus Fiore

A série de “Senhor dos Anéis” ainda está longe de estrear no Prime Video, mas a adaptação da Amazon já é a temporada de um seriado mais cara de todos os tempos até então. A chefe do Amazon Studios, Jennifer Salke, comentou em uma conversa com o The Hollywood Reporter sobre o maior projeto da empresa desde que embarcou no mercado audiovisual até então.

“O mercado está louco, como podemos ver com o caso de “Entre Facas e Segredos” (no caso, a Netflix pagou US$ 469 milhões para ter os direitos de fazer duas sequências para o filme de Rian Johnson)”, disse Salke. “Nosso investimento vai além de construir a primeira temporada, é também para termos uma estrutura que será aproveitada por todo o futuro da série. É claro que o número é chamativo, mas esse orçamento inclui a criação de uma infraestrutura que vamos manter por todo o projeto, não apenas no ano inaugural de ‘O Senhor dos Anéis'”, completou.

Como lembra o IndieWire, relatórios de 2018 apontam que a Amazon gastou algo na casa de US$ 500 milhões apenas na preparação das duas primeiras temporadas da série. Para se ter uma ideia, a trilogia cinematográfica de Peter Jackson, composta por “A Sociedade do Anel”, “As Duas Torres” e “O Retorno do Rei” custou em torno de US$ 280 milhões. O caso mostra, portanto, como os streamings não só estão com um poder financeiro muito impressionante para quem opera em um mercado que existe há pouco mais de uma década, como também estão dispostos a investir pesado de forma que supera até mesmo os grandes orçamentos do cinema.

O investimento é tão grande que até Jeff Bezos, ex-CEO que recentemente se afastou da Amazon, participa do projeto como supervisor. O bilionário analisa os roteiros para opinar se suas histórias estão sendo bem desenvolvidas ou se há algo faltando. Originalmente planejada para ser lançada em 2021, a série de “O Senhor dos Anéis” teve sua produção e lançamento adiados pela pandemia da COVID-19. É, até aqui, o grande investimento do streaming para manter-se competitivo em um cenário com tantos concorrentes de peso, como Disney+, HBO/Max, Paramount+ e Apple TV+.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link