amb9
Imagem: Divulgação/Apple

Apple Music lança opção de áudio com alta definição

Para não ficar para trás, Amazon Music, que já tinha a opção, torna recurso gratuito para assinantes

por Matheus Fiore

A Apple continua apostando alto em seu streaming de música, o Apple Music. Agora, a empresa de Tim Cook anunciou que lançará a opção de seus assinantes ouvirem suas músicas favoritas com áudio de alta definição. A novidade chega com tecnologia de áudio 3D Spartial Audio, com suporte para Dolby Atmos.

Segundo a própria empresa, o Spartial Audio dá aos artistas a possibilidade de criar experiências sonoras mais imersivas para seus fãs, com maior definição e uma qualidade sonora multidimensional e mais nítida. Os assinantes do Apple Music também poderão ouvir mais de 75 milhões de músicas em alta definição com Lossless Audio, um sistema que preserva as características da música da exata forma como elas foram concebidas pelos músicos em estúdio.

A novidade chegará para os assinantes do Apple Music em junho e sem nenhum custo adicional. A notícia mal chegou e uma das principais concorrentes da Apple, a Amazon, anunciou o Amazon Music HD para seu streaming de música. A diferença é que o serviço já existia no serviço da Amazon, mas com um custo adicional de US$ 5 mensais. Agora, a novidade será gratuita e valerá para mais de 70 milhões de faixas disponíveis no catálogo.

O vice-presidente da Apple Music e da Beats, Oliver Schusser, comentou o anúncio: “O Apple Music está fazendo seu maior avanço em toda sua história em termos de qualidade de som. Ouvir uma música em Dolby Atmos é como mágica. A música vem de todos os lados e soa incrível. Agora, nós estamos trazendo essa experiência imersiva e inovadora para todos os nossos assinantes, para você ouvir suas músicas favoritas de artistas como J Balvin, Ariana Grande, Maroon 5, The Weeknd e muito mais”.

Os anúncios de Apple e Amazon não são por acaso. O Spotify, líder absoluto no mercado de streaming de música, anunciou recentemente o Spotify HiFi, que também oferece áudio em altíssima qualidade. O primeiro serviço a oferecer esse recurso foi o Tidal, ainda em 2017, mas até hoje, o Tidal não conseguiu ter o mesmo alcance de seus principais concorrentes.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link