cover-uber3 (1)

Após oferecer plano de saúde para motoristas, Uber volta atrás e diz que foi engano

Empresa afirma que mensagem era destinada apenas a funcionários da Califórnia, onde empresa agora é obrigada por lei a oferecer suporte

por Matheus Fiore

A Uber enviou um email para seus motoristas e entregadores oferecendo cobertura para plano de saúde nos Estados Unidos, país onde o sistema público não atende toda a população e os planos privados acabam sendo caros demais para boa parte das pessoas. Entretanto, ao que parece, o email foi enviado por engano, e a empresa, agora, voltou atrás em sua promessa.

No dia 26 de maio, a empresa enviou a mensagem dizendo “é uma boa época para adquirir seu plano de saúde”. O texto chegou para diversos motoristas da empresa em todo o território americano, que ao abrir, ainda liam um trecho que dizia “a Uber pode te ajudar a cobrir os custos”. Dependendo do plano necessário, os contratados poderiam ter coberturas que variam de US$ 600 mil a US$ 1,2 milhão.

Alguns dias depois, a empresa informou seus motoristas e entregadores de que tudo não passou de um mal entendido. “Infelizmente, cometemos um erro mandando este email para você, pois esta proposta está disponível apenas para nossos motoristas da Califórnia”, diz o email enviado aos contratados não selecionados para receber a cobertura.

Os motoristas da Uber são contratados como trabalhadores independentes, o que significa que a empresa não tem obrigação legal de auxiliar seus planos de saúde. Em 2020, a Uber e outras empresas do ramo se opuseram a uma lei da Califórnia que obrigaria os serviços de transporte a tratar seus contratados como funcionários. Logo depois, a empresa se juntou a Lyft, DoorDash e outras companhias para promover a campanha “Yes on 22”, a fim de isentá-los das obrigações da lei californiana, que foi aprovada em novembro com 59% dos votos.

A oferta para os contratados (agora funcionários) da Califórnia, portanto, também não foi lá um gesto de boa vontade ou humanismo da Uber, apenas a obediência de uma lei a qual a empresa e várias outras do segmento se opuseram ferrenhamente.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link