greenroomspotify

Spotify lança Greenroom, sua versão do Clubhouse

Aplicativo é construído em cima do Locker Room e é pensado para abrigar conversas sobre esportes, música e cultura

por Pedro Strazza

Depois de confirmar planos em março, o Spotify nesta quarta (16) lançou o Greenroom, aplicativo de conversas em áudio que na prática é sua versão do Clubhouse. A plataforma é concebida em cima do Locker Room, app esportivo que a companhia comprou junto da aquisição da Betty Labs há 3 meses, e além do tema é pensado para abrigar também discussões sobre temas envolvendo música e cultura.

Junto da expansão da proposta, o novo serviço também redesenha o design do Locker Room para as cores e identidade visual geral da dona. De acordo com o anúncio oficial, a ideia foi dar um “twist de Spotify” no app e operá-lo como uma “extensão” daquilo que os 356 milhões de usuários acumulados até aqui já aproveitam – prolongamento que agora sai dos EUA e atinge mais de 135 países ao redor do planeta seja iOS ou Android, vale apontar.

Ainda segundo a empresa, será necessário apenas o login do Spotify para acessar o Greenroom, que por enquanto deve funcionar como um app separado do streaming – mas o The Verge já aponta que eventualmente ele deve ser introduzido ao ecossistema principal. Enquanto novos usuários vão poder responder um questionário para ajudar o sistema a encontrar conversas que os interessem, o serviço também introduz uma ferramenta de gravação local para que o público possa salvar as sessões realizadas e distribuí-las depois como podcasts. Uma parceria com o Anchor ainda não foi divulgada, mas é outra integração inevitável.

Por fim, mesmo que por enquanto o único papo do anúncio seja de incentivar usuários pagos e gratuitos a baixar o app, o Spotify confirmou a criação de um fundo para criadores de conteúdo e que vai pagar usuários com base na popularidade e engajamento de suas salas. Fontes do The Verge afirmam que acordos de exclusividade já foram traçados com creators específicos, com anúncios marcados para acontecer nas próximas semanas e meses.

No mais o funcionamento do Greenroom é similar ao Clubhouse e de todos os “clones” lançados até o momento. Os usuários podem participar, criar e marcar no calendário salas de interesse, com o Spotify garantindo estar atento para o feedback que garante a evolução do app nas próximas semanas.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link