Banco do Brasil promove transferências de torcida para atletas olímpicos via WhatsApp

Usuários podem declarar apoio a representantes brasileiros do iatismo e vôlei de praia em Tóquio

por Pedro Strazza

Com a continuidade da pandemia inviabilizando a presença de torcidas nos Jogos Olímpicos, o Banco do Brasil decidiu contornar a questão a partir de um dos aplicativos favoritos do público brasileiro: o WhatsApp. E aproveitando a onda das pequenas transações financeiras, o banco vai permitir que os usuários façam “transferências de torcida” para apoiar os atletas em Tóquio.

Batizado de “Torcida além da conta”, a campanha criada pela Lew’Lara\TBWA já está ativa no número (61) 4004-0001 e apenas solicita que os interessados contatem o serviço digitando a mensagem “torcida”. Daí em diante o sistema apresenta uma lista de jogadores que podem receber o carinho do público, incluindo o iatista Robert Scheidt e os jogadores do vôlei de praia Ágatha, Alison Ceruti, Álvaro Filho, Ana Patrícia, Bruno Schmidt, Duda, Evandro e Rebecca. Não há um limite de transações a serem feitas pelo usuário, que também não é cobrado financeiramente em qualquer parte do processo.

Na divulgação, o diretor de criação da agência Sleyman Khodor escreve que a ação reflete o empenho do país para apoiar seus representantes nos jogos. “O brasileiro é passional, e isso se reflete na nossa forma de torcer e amar o esporte”, declara o executivo; “Depois de tanto tempo com as arquibancadas vazias, atletas e torcida estão sentindo falta de contato. Foi pensando nisso que, junto com o BB – que tem experiência e lugar de fala no esporte nacional -, usamos a tecnologia para fazer a torcida transferir algo mais valioso que o dinheiro para os atletas: a paixão”.

Além do valor para os atletas, a ação faz parte da campanha de valorização do esporte nacional que o Banco do Brasil realiza desde o início do ano, quando comemorou os 30 anos de atuação da marca no fomento do vôlei. Nesta fase, “Torcida além da conta” deve contar com divulgação na TV, no digital e nas redes sociais.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link