cover-spotify5

Com crescimento dos podcasts, Spotify volta a ganhar mais usuários pagos que gratuitos

Streaming chega a 365 milhões de usuários e vê crescimento percentual na altura dos três dígitos na renda com anunciantes

por Pedro Strazza

O Spotify confirmou expectativas de queda no segundo trimestre ao revelar nesta quarta (28) que ganhou apenas 9 milhões de usuários desde o mês de abril, um número que é 2 milhões menor que o volume divulgado em março. O relatório financeiro do streaming para os últimos 3 meses, porém, confirma que pelo segundo trimestre consecutivo a companhia conseguiu registrar mais assinantes pagos que gratuitos de sua plataforma, adicionando 7 milhões de contas Premium e 2 milhões gratuitas ao seu ecossistema.

Dessa forma, a companhia agora vê o serviço chegar a 365 milhões de usuários mensais ativos com 165 milhões pagando uma taxa mensal pelo Premium, números que em relação a 2020 representam um crescimento de 22% e 20% para o streaming. Embora o volume de perfis gratuitos seja maior, o Spotify também declara um ganho percentual na casa dos três dígitos no departamento de anunciantes, capitalizado pelo crescimento significativo da seção de podcasts na plataforma.

Esse aumento é considerável. Sem divulgar valores, o Spotify diz que o consumo de podcasts bateu recordes neste trimestre e que o número de usuários engajados com o formato passou por um “crescimento modesto”. Com 2,9 milhões de programas disponíveis no catálogo, a plataforma confirma também que o The Joe Rogan Experience segue com desempenho “acima das expectativas”.

Para o terceiro trimestre, a companhia escreve que espera ganhar mais 12 milhões de usuários até o fim de setembro, sendo 5 milhões pagos. Tudo para atingir a marca de 400 milhões de contas mensais ativas no fim do ano, um número que pode ser difícil considerando as idas e vindas do mercado geradas pela pandemia.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link