cover-netflix

Netflix se junta a aliança de estúdios de Hollywood

Apple e Amazon também passam a integrar associação de principais companhias que tocam indústria do cinema e da TV no país

por Matheus Fiore

Por anos a Netflix e os demais serviços de streaming foram desdenhados por Hollywood e seus grandes estúdios. Nos últimos anos, porém, a situação começou a mudar. Agora, a gigante mundial do streaming deu um passo importante para seu reconhecimento nos Estados Unidos. A plataforma de Reed Hastings agora faz parte de uma aliança composta pelos maiores estúdios da indústria cinematográfica.

A Alliance of Motion Picture and Television Producers (ou simplesmente AMPTP. é uma associação de Los Angeles com 97 anos de história e que representa mais de 350 produtoras de cinema e televisão, protagonizando negociações na indústria do entretenimento e representando diversos sindicatos, como o Directors Guild of America e o Writers Guild of America.

Agora, Netflix se junta à gigantes como Walt Disney Company e Warner Bros. Outros gigantes do streaming também foram aceitos na associação, como Amazon (pelo Prime Video) e Apple (pelo Apple TV+). A novidade pode ter demorado, mas já era esperada. Afinal, nos últimos anos, os principais serviços de streaming deixaram de ser simplesmente distribuidores e passaram a produzir conteúdo original em massa – além de constantemente adquirirem os direitos de lançamento ou distribuição de grandes produções.

O caminho trilhado pela Netflix não foi fácil. Em 2015, a gigante tinha grandes expectativas de que seu primeiro grande longa original, “Beats of No Nation”, fosse reconhecido pela Academia, mas acabou sendo esnobado no Oscar. A situação só começou a mudar recentemente, quando a empresa passou a lançar filmes de cineastas com grife, como Alfonso Cuarón e seu multi-premiado “Roma”.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link