fbpx
cover-youtube2 (1)

Google e YouTube atualizam opções de segurança digital para crianças e adolescentes

Novidades incluem uma série de atualizações e políticas de proteções adicionais para menores de 18 anos nos produtos e plataformas Google

por Soraia Alves

Como parte dos esforços para criar experiências digitais mais seguras para crianças e adolescentes, o Google e o YouTube anunciam hoje, 10/08, uma série de atualizações e políticas de proteções adicionais para menores de 18 anos em seus produtos e plataformas.

Dentre as novidades, que entrarão no ar nos próximos meses, está uma nova política na Busca do Google que permite que qualquer pessoa com menos de 18 anos, seus pais ou responsáveis, solicite a remoção de suas imagens dos resultados, mudança que pretende dar aos jovens mais controle de sua presença digital. Outro destaque é a desativação – sem a opção de ativá-lo – do Histórico de localização de todas as pessoas com menos de 18 anos. Atualmente, o recurso é desativado por padrão em contas de menores de 13 anos.

Para o YouTube, foram anunciadas mudanças na ativação de lembretes para pausas e hora de dormir, e uma mudança na opção de reprodução automática no YouTube Kids, que passará a ficar desligada por padrão no app. Também há novas medidas de proteção e orientação sobre conteúdo comercial.

No geral, as principais atualizações e alterações na Conta Google para menores de 18 anos ficaram assim:

YouTube

  • Possibilidade de definir a configuração padrão de envio para a mais privada possível nas contas de usuários de 13 a 17 anos no YouTube.
  • Maior destaque para recursos de bem-estar digital na plataforma, fornecendo proteção e educação sobre conteúdo comercial.
  • Mais sobre essas mudanças aqui.

Busca

A Busca do Google tem uma variedade de sistemas, ferramentas e políticas que são projetadas para ajudar as pessoas a descobrirem conteúdo na web, sem serem surpreendidos com conteúdo adulto pelo qual não tenham pesquisado. Uma das proteções é o SafeSearch, que ajuda a filtrar resultados explícitos quando ativado e que já é um padrão para todos os usuários conectados com menos de 13 anos que têm contas gerenciadas pelo Family Link. Nos próximos meses, o SafeSearch será ativado para usuários com menos de 18 anos, tornando essa a configuração padrão para os adolescentes que criarem novas contas.

Assistente

Novos padrões de ativação para evitar que conteúdo adulto apareça durante a experiência de uma criança com o Google Assistente em dispositivos compartilhados, incluindo a ativação da tecnologia SafeSearch no navegador da web em telas inteligentes.

Histórico de Localização

Além de ser uma configuração desativada por padrão para todas as contas, menores de 13 anos não têm a opção de ativá-la. Agora, o Google estende isso para usuários menores de 18 anos em todo o mundo, o que significa que o Histórico de Localização permanecerá desativado de modo definitivo a todas as contas desta faixa etária.

Play

Com base nos esforços para promover conteúdo infantil de qualidade, como classificações de conteúdo e os aplicativos aprovados por professores, o Google Play está lançando uma nova seção de segurança que permitirá aos pais saber quais aplicativos seguem nossas políticas para famílias. Os aplicativos serão obrigados a divulgar mais detalhadamente como usam os dados que coletam, tornando mais fácil para os pais decidirem se o aplicativo é adequado para seus filhos antes de baixá-lo.

Google Workspace for Education

Como foi anunciado recentemente, ficou mais fácil para administradores e gestores escolares personalizarem experiências para seus alunos de acordo com a idade deles (como restringir a atividade dos estudantes no YouTube). Para tornar a navegação na web mais segura, as instituições de ensino fundamental e médio terão, por padrão, a tecnologia SafeSearch habilitada, enquanto a mudança para o modo visitante e modo anônimo para navegação será desativada.

Mais informações sobre as atualizações podem ser vistas em Google Brasil e YouTube.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link