fbpx
pDKFL1zcHzEpmz4MJA5JJnRbJeD
Imagem: Divulgação

Netflix divulga rankings de filmes e séries mais assistidos com base no número de horas vistas

Nas novas métricas (que seguem problemáticas), "Bridgerton" e "Bird Box" são os campeões de audiência

por Pedro Strazza

Desde que alterou o método de análise de audiência de sua plataforma para contar como visualização qualquer sessão de pelo menos 2 minutos, tudo que envolve sucesso na Netflix é acompanhado de certa tom de dúvida. Não ajuda que a companhia só revela dados de seus hits, mas a métrica “mínima” não desperta confiança.

Esta semana, porém, a companhia deu um passo extra na divulgação dos dados de audiência da plataforma durante a conferência Code em Los Angeles. Presente no evento na segunda-feira (27), o co-CEO Ted Sarandos revelou na ocasião dois novos rankings de mais assistidos do serviço de streaming, agora contabilizando o número de horas consumidas por conteúdo ao invés da quantidade de contas que gastaram pelo menos 2 minutos assistindo aos mesmos.

Os números sozinhos novamente não dizem muito para análise – até porque englobam de novo aqueles que assistiram até o fim e quem parou logo no começo – mas ajudam a dar alguma dimensão do nível de popularidade de alguns títulos originais da plataforma. Nas séries, por exemplo, produções como “Stranger Things”, “13 Reasons Why” e “La Casa de Papel” aparecem mais que uma vez no total de horas consumidas por temporada, o que reforça a capacidade da Netflix em gerar retornos de audiência em seus seriados mais populares.

Nos números, os rankings novos são liderados no momento por “Bridgerton”, cuja primeira temporada acumulou 625 milhões de horas assistidas pela base de usuários, e “Bird Box”, que supera o atual líder em número de contas “Resgate” com 282 milhões de horas consumidas pelo público. O interessante é que ambos os líderes são lançamentos de fim de ano da Netflix, um período de férias que pelo visto é crucial para o negócio atualmente.

Para além disso, porém, é tudo muito obtuso principalmente porque a métrica de horas não leva em conta as diferentes durações de cada título. Nos filmes, por exemplo, “O Irlandês” ocupa a terceira posição com 215 milhões de horas, algo que soa natural dado o tempo maior gasto para terminar de se assistir o filme de Martin Scorsese.

Enquanto Sarandos disse no evento que as listas são parte de um esforço da empresa em “dar maior transparência ao mercado, com os talentos e todo mundo”, o executivo não confirmou se as métricas agora serão parte dos relatórios financeiros trimestrais da empresa. Você pode conferir as duas listagens abaixo:

Séries mais assistidas, com base no número de horas consumidas nos primeiros 28 dias de disponibilidade

“Bridgerton” (1° temporada): 625 milhões de horas
“La Casa de Papel” (parte 4): 619 milhões de horas
“Stranger Things 3”: 582 milhões de horas
“The Witcher” (1° temporada): 541 milhões de horas
“13 Reasons Why” (2° temporada): 496 milhões de horas
“13 Reasons Why” (1° temporada): 476 milhões de horas
“Você” (2° temporada): 457 milhões de horas
“Stranger Things 2”: 427 milhões de horas
“La Casa de Papel” (parte 3): 426 milhões de horas
“Ginny & Georgia” (1°temporada): 381 milhões de horas

Filmes mais assistidos, com base no número de horas consumidas nos primeiros 28 dias de disponibilidade

“Bird Box”: 282 milhões de horas
“Resgate”: 231 milhões de horas
“O Irlandês”: 215 milhões de horas
“A Barraca do Beijo 2”: 209 milhões de horas
“Esquadrão 6”: 205 milhões de horas
“Troco em Dobro”: 197 milhões de horas
“Enola Holmes”: 190 milhões de horas
“Army of the Dead”: 187 milhões de horas
“The Old Guard”: 186 milhões de horas
“Mistério no Mediterrâneo”: 170 milhões de horas

Vale a pena comparar com os dados anteriores de audiências divulgados pela Netflix e perceber o que está e não está presente nas duas listas:

Séries mais assistidas, com base no número de contas que consumiram pelo menos 2 minutos dos episódios nos primeiros 28 dias de disponibilidade

“Bridgerton” (1° temporada): 82 milhões de contas
“Lupin” (parte 1): 76 milhões de contas
“The Witcher” (1° temporada): 67 milhões de contas
“Sex/Life” (1° temporada): 67 milhões de contas
“Stranger Things 3”: 67 milhões de contas
“La Casa de Papel” (parte 4): 65 milhões de contas
“A Máfia dos Tigres”: 64 milhões de contas
“O Gambito da Rainha”: 62 milhões de contas
“Sweet Tooth” (1° temporada): 60 milhões de contas
“Emily em Paris” (1° temporada): 58 milhões de contas

Filmes mais assistidos, com base no número de contas que consumiram pelo menos 2 minutos nos primeiros 28 dias de disponibilidade

“Resgate”: 99 milhões de contas
“Bird Box”: 89 milhões de contas
“Troco em Dobro”: 85 milhões de contas
“Esquadrão 6”: 83 milhões de contas
“Mistério no Mediterrâneo”: 83 milhões de contas
“The Old Guard”: 78 milhões de contas
“Enola Holmes”: 77 milhões de contas
“Power”: 75 milhões de contas
“Army of the Dead”: 75 milhões de contas
“Paternidade”: 74 milhões de contas

Compartilhe:
icone de linkCopiar link