5HhnWTwnjXx6NZK2LRWyb8
Imagem: Shutterstock

“Google” é o termo mais buscado no Bing, segundo Google

Informação foi divulgada durante apelação contra multa na União Europeia

por Pedro Strazza

Tudo bem que é senso comum que o Bing só é usado na imensa maioria dos casos por acidente ou um “sim” dado de forma equivocado pelo usuário, mas o Google divulgou esta semana um dado sobre o concorrente que pode ser chocante para alguns e óbvio a outros: o termo mais buscado no Bing é… “Google”.

A informação foi dada durante uma sessão judicial na União Europeia, onde a companhia no momento apela contra uma multa de 4,3 bilhões de euros por abusar de seu poder de mercado ao tornar seu buscador no padrão para todos os sistemas operacionais Android. De acordo com a BBC, o advogado da companhia Alfonso Lamadrid argumentou na corte que “As pessoas usam o Google porque elas o escolhem, não porque são forçadas a tanto” ao apresentar uma série de estudos que comprovam que, de fato, o Google é o item mais procurado no servidor criado e oferecido pela Microsoft.

“A quota de mercado do Google em buscadores é consistente com as pesquisas de consumidor que mostram que 95% dos usuários preferem o Google a concorrentes” ainda declarou Lamadrid na sessão.

Segundo o Bloomberg, a apelação sobre a decisão já tramita na corte europeia desde 2018, quando a comissária de competição da união Margrethe Vestager definiu a multa alegando que a companhia teria reduzido a concorrência a 1% ao tornar pré-instalado o Google no Android, seja como aplicativo ou no browser mobile. De lá pra cá o CEO Sundar Pichai mantém a mesma posição: o Google “criou mais escolhas a todos, não o contrário” com o sistema operacional.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link