cover-amazon3

Amazon vai permitir que equipes decidam como e quando funcionários retornam aos escritórios

Diretores das equipes tem até o dia 3 de janeiro para avisar os funcionários, que também terão direito a 4 semanas de trabalho remoto por ano

por Pedro Strazza

A Amazon voltou atrás no plano de impor aos funcionários que retornem aos escritórios em janeiro de 2022 e agora vai permitir que cada equipe defina como se dará o retorno. Em e-mail enviado ao quadro de trabalhadores nesta segunda-feira (11), o CEO Andy Jassy escreve que cada núcleo corporativo poderá escolher como e quando seus membros voltarão ao trabalho presencial.

“Ao invés de especificar que as pessoas trabalhem na base de 3 vezes por semana nos escritórios, nós vamos deixar essa decisão aos times individuais” escreve Jassy no comunicado, definindo que este direcionamento será dado por todos os líderes em nível de direção. O executivo também comenta que espera que existam equipes que decidam por continuar a trabalhar no remoto a maior parte do tempo, bem como aqueles que optem por um modelo híbrido e quem acabe por voltar inteiramente ao presencial. “As decisões devem ser guiadas por aquilo que será mais efetivo para nossos clientes” esclarece o CEO.

Jassy ainda comenta que as equipes deverão saber a decisão de seus superiores até o dia 3 de janeiro, com todos tendo pelo menos um dia para se preparar e se deslocar até o espaço da reunião final. O The Verge reporta que os funcionários nos escritórios também terão até 4 semanas por ano para trabalhar no formato remoto total, desde que trabalhem no país em que ocupam o cargo.

A Amazon assim segue os passos do Google e da Apple na retomada dos escritórios, conforme as duas empresas também adiaram ou modificaram os planos para melhor lidar com a lenta situação de controle da pandemia, enquanto a vacinação avança.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link