fbpx
diversitera

XP e Tera oferecem bolsas de estudos em ciência de dados para aumentar diversidade

Objetivo é incluir mulheres e pessoas negras, transgêneras e não binárias no mercado de tecnologia do Brasil

por Carolina Firmino

A gestora de investimentos XP Inc. anunciou a distribuição de 50 bolsas de estudos integrais para mulheres, pessoas negras, transgêneras ou não binárias em curso de Ciência de Dados oferecido pela Tera, uma startup de educação para economia digital.

Em formato 100% online no período noturno, as aulas começam em janeiro de 2022 e devem durar nove meses. O propósito é oferecer suporte na construção e adequação de portfólios, mentorias sobre mudanças e crescimento de carreira, além de fazer a conexão com vagas em empresas parceiras. Análise e estruturação de dados, contato com técnicas avançadas em machine learning, competências em storytelling e ampliação da visão de negócios estão entre as habilidades que serão desenvolvidas.

Segundo a proposta da Tera, o “DiversiTera!” é um programa de bolsas para aumentar a representatividade na área da tecnologia, com conteúdos exclusivos para dar um salto na carreira de cientista de dados. Portanto, é preciso ser mulher, negro, transgênero ou não binário acima de 18 anos, ter renda familiar mensal per capita igual ou inferior a três salários mínimos e Ensino Médio completo.

As inscrições vão até 21 de novembro. Para saber mais sobre o processo seletivo, basta entrar no link.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link