fbpx
alexa-gf8fa0756e_1280
Imagem: Pixabay

Amazon anuncia programas da Alexa para hospitais e lares de idosos

Tecnologia permite que as organizações utilizem um sistema centralizado de comunicação

por Carolina Firmino

A Alexa está indo para a área da saúde. Segundo Liron Torres, líder global da Alexa Smart Properties, a pandemia fez com que alguns hospitais e lares de idosos procurassem a Amazon para ajudar a incluir a Alexa em suas rotinas. Isso porque o contato físico e presencial precisou diminuir e, conforme explicou ao The Verge, essas instituições “queriam maneiras de interagir com os pacientes sem o uso de equipamentos de proteção, além de conectar os residentes das comunidades de idosos com familiares e funcionários”.

Para isso, a Amazon pensou em dois programas. No caso dos hospitais, a Alexa Smart Properties permite que enfermeiros e pacientes se comuniquem por meio de recursos de chamada sem que os profissionais tenham que entrar nos quartos. As pessoas internadas podem fazer perguntas e também receber questionamentos sobre como estão se sentindo, além de terem acesso a informações e anúncios utilizando a Alexa.

Entre os locais que aderiram à tecnologia estão o Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, o BayCare Health System, na Flórida, e o Houston Methodist, em Houston.

Já no caso dos lares de idosos, o programa permite que as residências usem dispositivos Amazon Echo para enviar mensagens e comunicados de forma instantânea para os quartos. Isso evita que as equipes fiquem ocupadas imprimindo protocolos ou avisos e destinem seu tempo a tarefas mais urgentes.

Além dessa funcionalidade, a Alexa ajuda na comunicação com familiares e amigos sem que um funcionário precise que estar presente. Para tudo ser feito com segurança, contatos são aprovados pela instituição, junto com residente e família, e a chamada pode acontecer para todo o grupo. Os lares que estão adicionando o sistema são a Atria, que fica em todo território americano, e a Eskaton, com sede na Califórnia.

O custo para instalar os programas, no entanto, não foi divulgado.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link