fbpx

No mês da Consciência Negra, Google lança campanha de resgate da história africana

Vídeo e recurso do Google Assistente divulgam histórias do continente africano que foram esquecidas pelo tempo

por Pedro Strazza

O Google inaugurou essa semana a sua campanha para o mês da Consciência Negra deste ano, e o foco da ação está na promoção e resgate de histórias africanas esquecidas pelo tempo.

Batizada de “Orgulho Ancestral”, a campanha foi criada em conjunto com o comitê de diversidade racial da companhia – o AfroGooglers – e partiu da necessidade do público brasileiro em pesquisar sobre suas origens. Segundo o Google, o Brasil é o país que mais busca por História Africana fora do continente, com as buscas quintuplicando nos últimos cinco anos. O slogan da ação, inclusive, reflete essa posição: “quanto mais a gente busca, mais a gente se encontra”.

A campanha conta com duas linhas de frente maiores. A primeira é um vídeo de 3 minutos que reúne algumas das histórias da ação dentro da história de um jovem negro que descobre mais sobre seus ancestrais durante uma excursão a um museu de história. Você pode conferir na íntegra acima a produção, batizada apropriadamente de “Visita Guiada”.

Já a segunda envolve o Google Assistente, que até o fim de novembro vai contar histórias como de Tombuctu, cidade que contou com a maior biblioteca do mundo, ou do Egito negro, cujo legado para a construção é gigantesco. Basta perguntar “Ok Google, me conte uma história sobre ancestralidade negra” que o aparelho com o assistente virtual irá ativar a campanha.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link