Em nome da padronização global, Disney rebatiza ESPN Brasil de ESPN
Imagem: ESPN

Em nome da padronização global, Disney rebatiza ESPN Brasil de ESPN

Mudança acontece para manter padronização global da marca, mas também encerra histórico de 27 anos do nome nacional do canal

por Pedro Strazza

A Disney na virada do último domingo (16) para esta segunda-feira (17) oficializou e já aplicou a mudança de nome dos canais ESPN no Brasil, dando fim no processo ao nome de uma emissora que já durava três décadas. Até então ESPN Brasil, o canal agora é batizado apenas de ESPN, respeitando a padronização global imposta pela companhia.

De acordo com o Mkt Esportivo, a alteração vem mesmo de ordem da matriz de forma que o canal receba o mesmo tratamento de todos os outros negócios do grupo. Isso obviamente provoca um efeito cascata nos outros canais da emissora, com o ESPN virando o ESPN 2 e o ESPN 2 agora rebatizado de ESPN 3.

Primeiro diretor de jornalismo e fundador do canal no país, José Trajano anunciou primeiro a mudança em seu perfil no Twitter. “27 anos de muita história, luta, perseverança, lágrimas, vitórias, derrotas, camaradagem, sangue nos olhos, momentos inesquecíveis para quem começou ou se revelou ali. A história se faz. E eu, em lágrimas, me calo!” escreveu com pesar o jornalista.

Além do fim da marca ESPN Brasil, a Disney também ampliou a integração da Fox Sports com a rede, quatro anos depois de ter a fusão aprovada no mercado brasileiro: o Fox Sports agora é batizado de ESPN 4, anterior ao ESPN Extra. Considerando que as marcas Fox foram descontinuadas no começo do ano passado, o único sobrevivente agora é o Fox Sports 2, que no atual momento mantém o nome na programação.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link