Grupo gasta US$ 3 milhões em exemplar de "Duna" pensando que tinha comprado direitos autorais
Imagem: Getty Images

Grupo gasta US$ 3 milhões em exemplar de “Duna” pensando que tinha comprado direitos autorais

O TheSpiceDao anunciou sua intenção de tornar o conteúdo público e transformar seus storyboards em uma nova série animada

por Carolina Firmino

Em 2021, uma cópia rara de um livro que o diretor Alejandro Jodorowsky desenvolveu para sua adaptação da franquia “Duna” foi a leilão. Os especialistas esperavam que fosse vendido por até US$ 40.000, mas ele acabou valendo mais de US$ 3 milhões!

Quem comprou o item por esse valor foi o grupo de criptomoedas, TheSpiceDAO, apesar de partes do livro já estarem disponíveis online gratuitamente e apresentadas em um documentário sobre o processo de criação do primeiro filme.

Nada contra gastar essa grana toda em um livro – se eles tiverem o dinheiro. O problema é que o TheSpiceDao entendeu que, ao adquirir o livro, estaria comprando os direitos de “Duna” como um todo. O grupo anunciou suas intenções de tornar o conteúdo público, digitalizando a cópia e transformando seus storyboards em uma nova série animada, artistas digitais selecionados para o projeto.

Reprodução

De acordo com o The Art Newspaper , o comprador disse que “emitiria uma coleção de NFTs que são tecnicamente inovadoras e culturalmente disruptivas”. No entanto, ter uma cópia do livro é muito diferente de possuir os direitos da franquia. Além disso, a versão vendida pelo diretor era uma adaptação do romance original de Frank Herbert, sobre a qual o grupo não tem nenhum domínio.

Para se defender, o TheSpiceDao disse: “Embora não possuamos a propriedade intelectual da obra-prima de Frank Herbert, estamos em uma posição única com a oportunidade de criar nossa própria adição ao gênero como uma homenagem aos gigantes que vieram antes de nós”

Segundo o DesignTAXI, não está muito claro o que o grupo que dizer, mas é preciso lembrar que qualquer coisa derivada do trabalho leiloado não poderia ser vista como referência ao trabalho de Herbert ou Jodorowsky, principalmente porque “Duna” é uma produção da Warner Bros.

Se foi um “equívoco” intencional ou simplesmente ignorância sobre o assunto, é difícil saber.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link