rivalidade

Até onde vai a rivalidade entre clubes de futebol?

por Carlos Merigo

A Coca-Cola promoveu o encontro de dois torcedores portugueses rivais – um do Benfica e outro do Porto – na partida em que a seleção de Portugal venceu a Dinamarca na fase de grupos da Euro 2012.

Ambos, que não se conheciam, fizeram discursos de ódio e responderam o que os faria abraçar um torcedor do time rival. Nada parecia ser motivo para confraternizar. O rapaz do Benfica, por exemplo, chamava a torcida do Porto de “indigentes! indigentes!”

É justamente aí que entra essa ação da Coca, mostrando algo capaz de unir esses adversários. Com a nossa atual empolgação com a Seleção do Mano, não sei se isso funcionaria no Brasil.

A criação é da agência O Escritório.

Compartilhe: