Crianças invisíveis contam sua história em nova campanha da Unicef

Com narração de Liam Neeson, filme usa a imaginação do espectador para falar sobre vítimas da violência

por Amanda de Almeida

Todos os dias, milhares de crianças são vítimas da violência ao redor do mundo. Algumas delas tem seus nomes reportados no Daily Abuse. Outras permanecem anônimas, e até mesmo invisíveis, como na nova campanha da Unicef. Narrado por Liam Neeson – embaixador da Unicef desde 1997 -, o filme percorre cenários onde ocorreu algum tipo de violência, sem mostrar quem a sofreu ou quem a causou.

Segundo o diretor Jonathan Notaro, da produtora Brand New School, a ideia era criar imagens perturbadoras de local onde a violência ocorreu – mais ou menos como o cenário de um crime a ser investigado pelo CSI -, deixando o ato em si implícito, mas permitindo que o espectador tirasse suas próprias conclusões a partir das histórias contadas por Neeson.

“Independentemente do país de origem ou experiência, todas as pessoas vão concluir sua própria poderosa e comovente história, que esperamos incentivá-los a agir”, diz Notaro.

Realmente, é uma mensagem bastante poderosa, que segue ao pé da letra a ideia de que em muitos casos menos é mais.

A criação é da agência Naked.

Compartilhe: