Greenpeace estraga a festa da Shell no GP da Bélgica de F1

Campanha contra exploração de petróleo no Ártico deixa a Shell envergonhada ao vivo na TV

por Cleber Zerrenner

Aconteceu domingo passado (25/Agosto) no tradicionalíssimo circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Durante a cerimônia de premiação ao fim da corrida, o Greenpeace exibiu dois banners clandestinamente instalados com controle remoto, bem em frente ao pódio repleto de logos da Shell. O primeiro banner foi ativado, subiu e ficou exposto por um tempo razoável, com transmissão ao vivo da TV. Ao perceber a gafe, um homem da organização retirou o cartaz rapidamente, e então um segundo banner apareceu e deixou bem claro a vergonha que a Shell passou frente a milhões de espectadores.

Os cartazes exibiam o endereço do site Save The Artic e protestavam contra os planos de exploração de petróleo no Ártico.

O vídeo originalmente postado no YouTube foi removido por infringir os direitos de imagem (solicitação da Shell), porém o Greenpeace alega que o material foi filmado por eles próprios e não violava nenhum termo de uso do site.

Compartilhe: