Estupro? A culpa é sua!

Coletivo indiano AIB365 usa humor e sarcasmo para mostrar como vítimas de estupradores são as verdadeiras culpadas

por Amanda de Almeida

Se você acompanha o noticiário internacional, deve perceber uma certa frequência em notícias sobre estupros na Índia. E, por incrível que pareça, a mulher continua levando a pior, já que não basta ser vítima deste crime, mas de acordo com alguns setores indianos, elas também são as responsáveis. O absurdo é tão grande que virou piada pelas mãos do coletivo de humor All India Bakchod (AIB 365), que trata o assunto com sarcasmo e humor em It’s Your Fault.

Já tem algumas semanas que o vídeo criado por Tanmay Bhat, Gursimran Khamba, Rohan Joshi e Ashish Shakya tem rodado a internet. Com uma pegada de televenda, elas transformaram os comentários infelizes de lideranças do país em uma espécie de cartilha de prevenção à violência contra a mulher. Detalhe: ao mesmo tempo em que apresentam as sugestões dos conservadores, elas explicam porque as mesmas não vão funcionar.

O roteiro é muito bem amarrado, com argumentos ora inteligentes, ora tão absurdos quanto os comentários que os originaram:

“Estudos científicos sugerem que mulheres que usam saias são a principal causa de estupro. Você sabe por quê? Porque homens têm olhos.”

O vídeo também mostra alguns exemplos de roupas provocativas que poderiam resultar em algum crime de violência sexual.

aib1
aib2
aib3

Em outro momento, a apresentadora ensina que, se ao chamar os estupradores de Bhaya (irmão), eles cessarão imediatamente com a violência. Este trecho é uma referência direta ao guru indiano Asaram Bapu, que destacou que uma estudante estuprada e morta por cinco homens em um ônibus no ano passado também foi culpada pelo crime, uma vez que ela não deveria ter resistido, mas sim rezado para Deus e pedido que os homens que a atacaram a deixassem em paz, referindo-se a eles como Bhaya.

A lista de “razões” para que as os estupros ocorram também é surreal: comida, filmes, celulares… Sem esquecer, é claro, os horários em que as mulheres estão na rua, trabalhando – afinal, para que ser independente se você pode ter um marido para te sustentar… “Fato divertido: se é o seu marido, não é estupro”.

A mensagem final é clara e séria: parem de culpar a vítima. Vale para a Índia e para qualquer lugar do mundo.

Compartilhe: