spyonnsa-dstq

Agora você pode espiar a NSA

Ação faz parte do The Day We Fight Back, protesto em prol da internet aberta

por Samanta Fluture

A agência belga Happiness Brussels lançou o projeto Spy on the NSA como parte do The Day We Fight Back, protesto em prol da internet aberta com envolvidos de peso, como Mozilla e Reddit.

Fazendo jus ao nome, a ação permite que os usuários espiem a maior agência de vigilância do mundo (e que vigia a todos nós), NSA.

“É apenas uma reação aos acontecimentos atuais relacionados a NSA.” – Michael Middelkoop, um dos criadores, para FastCompany

compartilhe

A ideia veio como uma reação natural aos acontecimentos atuais relacionados a NSA. Usuários de todo o mundo são espiados diariamente, e possuem seus dados pessoais vasculhados, seja lá qual o objetivo. Para responder a pergunta “quem são estes que nos espiam?”, Michael Middelkoop, um dos criadores do projeto, conta que a solução foi simples: apontar a câmera para o lado de lá.

Ao entrar no site, imagens do escritório da NSA em Maryland aparecem na tela através de (aparentemente) câmeras de segurança. Se assistir o bastante, é possível ver o passar do tempo através carros dirigindo, pessoas circulando e pássaros voando.

spyonnsa-2
spyonnsa-1

“Se olhar com atenção o bastante, terá uma pista de  moo conseguimos isso.” – Michael Middelkoop, um dos criadores, para FastCompany

FastCompany">compartilhe

Um recurso interessante do site é a opção de gravar parte da filmagem que o usuário tem acesso e compartilhá-la nas redes, algo que, ironicamente, pode vir a ser monitorado pela própria NSA. Aqui, apenas os usuários dando o troco.

Os criadores do projeto não revelaram como eles tiveram acesso ao feed de vídeo nem o exato momento em que ele se passa. A ideia do projeto – mais do que hackear, liberar acessos e gerar problemas – é simples: provocar.

 

 

Compartilhe: