“Os Mercenários 3” vaza na web antes de chegar aos cinemas

Há quem acredite, contudo, que isso não será capaz de impactar os números da bilheteria, por conta do ‘show’ que é mostrado nas telas

por Jacqueline Lafloufa

Cerca de um mês antes da estreia nos cinemas, uma cópia de “Os Mercenários 3” com qualidade boa, equivalente a de um DVD, ~vazou~ na rede. O terceiro longa-metragem da série, que é quase uma reunião dos principais heróis dos filmes de ação, fez um enorme sucesso nos sites de torrent, batendo mais de 200 mil cópias ilegais em pouquíssimas horas.

Apesar do problema preocupar as produtoras e distribuidoras do filme, parte da crítica lembra que talvez os torrents mais ajudem a divulgar o filme do que atrapalhem os números da bilheteria. Trata-se de uma produção cheia de efeitos especiais, explosões e cenas escuras, criadas para serem melhor experimentadas dentro de uma sala de cinema, com tela enorme e som potente, e não acompanhando através de uma telinha de um computador ou de um dispositivo móvel.

David Pierce, do The Verge, diz que assistiu a versão pirata, baixada através de torrents, mas que mesmo assim pretende assistir novamente, dessa vez pagando pela experiência dos cinemas, e não de uma qualidade mais ou menos do conteúdo pirata. Ele reflete que, talvez, o novo flanco de atuação dos cinemas não seja mais apenas o monopólio dos filmes por um tempo determinado, mas a experiência de imagem, som e conforto que ele é capaz de proporcionar.

expendables-3-torrent

Essa abordagem de que a pirataria seria capaz de ajudar a popularizar um conteúdo de entretenimento não é recente, e até a HBO acredita que os torrents e downloads ilegais são uma espécie de elogio ao produto. No caso de “Game of Thrones”, série produzida pelo canal, as vendas de DVDs da segunda temporada foram 44% maiores do que as contabilizadas na primeira temporada.

De certa forma, a comparação entre uma série e uma trilogia de filmes parece injusta, mas há de se pensar que os comentários sobre o filme devem aumentar, e quem assistiu de forma ilegal pode acabar recomendando aos amigos e à sua rede de contatos que assista não só o terceiro filme, mas também vá atrás dos volumes anteriores para se inteirar antes de ir ao cinema.

É claro que esse ‘sucesso-de-bilheteria-mesmo-com-os-torrents-por-ai’ depende bastante da qualidade do entretenimento em questão.

Um filme ruim fica bem pior se tivermos investido em assisti-lo no cinema, mas até fica mais ou menos se o seu único esforço foi dar play na TV da sua casa ou no seu computador. Mas no caso de “Os Mercenários 3”, que teve a capacidade de reunir em um único filme nomes como Sylvester Stallone, Jason Statham, Jet Li, Antonio Banderas, Wesley Snipes, Mel Gibson, Harisson Ford, Arnold Schwarzenegger e Dolph Lundgren, deixar de assisti-lo com toda a qualidade que um cinema pode oferecer seria como deixar de ir a uma festa para assistir à gravação do evento em casa. Certamente não terá a mesma graça.

A propósito, “Os Mercenários 3” chega aos cinemas no Brasil no dia 21 de agosto. E talvez, se não fosse pelos torrents, você não estivesse vendo esse trailer aqui ;)

Compartilhe: