Cap 48 usa GoPro para registrar o cotidiano de uma mãe de criança deficiente

Ações simples do dia a dia podem se tornar os mais radicais dos esportes

por Amanda de Almeida

Há momentos em que muitas mulheres acreditam que a maternidade poderia ser um esporte olímpico, tamanhos os desafios enfrentados no dia a dia. No caso das mães de crianças com deficiências, as ações do cotidiano estão mais próximas dos esportes radicais, como mostram estes comerciais que a agência Air Brussels criou para a Cap 48, uma iniciativa voltada para conscientizar as pessoas sobre como é viver com pessoas que têm limitações físicas.

Os filmes mostram três atividades corriqueiras – levar a criança à escola, vesti-la com uma camiseta ou ajudá-la a descer uma escada -, mas que neste caso em especial requer preparo de atleta da mãe. Tudo é registrado com uma GoPro – câmera tradicionalmente usada para filmar esportes radicais -, o que ajuda a gente a ter uma ideia mais clara das emoções vivenciadas pela pessoa em foco.

O site Osocio também destaca a escolha do diretor escolhido para transformar as 24 horas de filmagens da garota Johanna e sua mãe em três filmes. Mitch Bergsma é um atleta profissional e celebridade do YouTube com o uso da GoPro. E detalhe: ele é surdo de nascença.

Compartilhe: