banksy-smartphone

Smartphone: ele nos ajuda ou nos possui?

Supostamente criada por Banksy, a arte provoca a reflexão sobre o quanto somos reféns da tecnologia

por Jacqueline Lafloufa

Em dia de apresentação da Apple, essa arte de Banksy é uma reflexão perfeita. A empresa deve confirmar o lançamento de uma nova geração de iPhones, com mais recursos, quem sabe uma tela maior e um gadget mais fininho e leve, e já causa filas nas lojas norte-americanas.

No entanto, será que os gadgets móveis estão realmente melhorando nossa qualidade de vida, ou nos tornando completamente dependentes dele? Quantas vezes acabamos esquecendo a carteira, mas não deixamos o celular para trás? Quantos de nós dormem com o smartphone no criado-mudo, fazendo dele a última coisa que vemos antes de dormir e a primeira que tocamos antes de acordar?

Na imagem, divulgada em um perfil do Twitter de fãs de Banksy, o celular se enraíza nas mãos do usuário – seria essa uma relação de simbiose ou de parasitismo?

O mesmo Banksy já havia anteriormente provocado a nossa relação com smartphones, ao mostrar um casal abraçado que não se olha nos olhos, mas que mira a tela iluminada nas costas do outro.

banksy-casal-smartphone

Compartilhe: