angry-politics

AngryPolitics leva à reflexão sobre importância do voto

Baseado no AngryBirds, o game coloca políticos no cenário carioca e convida a ter um voto consciente

por Jacqueline Lafloufa

É inegável a influência que a internet tem hoje na política. A eleições de 2014 contam com uma série de ferramentas, aplicativos, sites e plataformas para que o eleitorado possa fazer as melhores escolhas, mas não são apenas as iniciativas sérias que têm vez.

O AngryPolitics, por exemplo, é um game aparentemente inocente, mas que convida o jogador a relembrar a importância do seu voto.

angry-politics-jogo

Usando a dinâmica do game AngryBirds, é possível escolher um político e derrubar itens empilhados no cenário de uma praia carioca. Dá para reparar que o jogo não foi atualizado depois da entrada de Marina na corrida presidencial, provavelmente porque a brincadeira foi criada com investimentos pessoais dos 3 criativos cariocas envolvidos.

politicos-angry-politics

“Amamos morar no Rio, mas chegamos à conclusão de que a cidade tem ficado infernal, trânsito, violência, oportunidades, pelo menos para as camadas mais baixas”, conta ao B9 um dos publicitários que criaram o AngryPolitics. Eles preferem não se identificar, dada a sensibilidade do tema político, mas ressaltam que tudo foi feito sem muitos recursos.

angry-politics-final

“Óbvio que se tivéssemos verba, seria uma iniciativa mobile friendly, mas foi desta forma que tentamos contribuir com a sociedade ou tentar alertar os eleitores”, defenderam. No rodapé, avisos lembram que os criadores não têm nenhuma associação política, e que qualquer semelhança com a realidade “é mera zoeira”.

divirta-se-mas-leve-a-urna-a-serio criadores-associacao-politica qualquer-semelhanca-com-realidade

Ao final de cada uma das fases, uma mensagem lembra que “política não é um jogo”, e pede ao jogador que não “jogue qualquer político no Rio [de Janeiro]”. Para jogar, basta acessar o site angrypolitics.cc

Outras no B9 sobre eleições

 

Compartilhe: