Streaming já rende mais em vendas do que CDs nos EUA

Dados são de um relatório da Recording Industry Association of America

por Jacqueline Lafloufa

O acesso à música através de assinatura de serviços de streaming já está fazendo mais sucesso do que a aquisição dos álbuns em forma de CDs, ao menos nos EUA. Segundo dados da RIAA (Recording Industry Association of America), a venda de assinaturas de serviços de streaming alcançou o patamar de 1,87 bilhão de dólares em 2014, ultrapassando o total obtido com CDs, que ficou pouca coisa abaixo, em 1,85 bilhão de dólares.

Screen_Shot_2015-03-19_at_1.51.34_PM

Somando todas as estratégias de música on-demand, incluindo serviços como Spotify e Rhapsody, rádios online como Sirius XM e Pandora, e até mesmo do YouTube Music, a RIAA mostra que a procura deles pelos consumidores aumentou – em 2013, esses serviços eram responsáveis por 21% do total de receita gerada pela indústria da música, saltando para 27% em 2014.

assinaturas-pagas-streaming-musica

Um dado curioso é que o vinil praticamente ‘voltou dos mortos’ – a mídia, que já foi aposentada por muitos, voltou a crescer e agora responde por um nicho que aumentou 50% das suas vendas de 2013 para 2014.

streaming-crescimento-us

Compartilhe: