Facebook Messenger abre plataforma para desenvolvedores e terá ‘extensões’

Chat ganhará novas funções, vindas de terceiros

por Jacqueline Lafloufa

Durante a F8, sua conferência para desenvolvedores, o Facebook apresentou uma grande novidade para o Messenger, aplicativo que há um ano desmembrou o chat do Facebook do aplicativo da rede social.

A partir de hoje, desenvolvedores terão acesso à API do aplicativo, o que permitirá criar interações de apps com o Messenger, oferecendo funcionalidades que ainda não existem na plataforma – quase como as extensões que usamos nos navegadores.

messenger-facebook-app

A princípio, as novidades estão focadas na produção de conteúdo divertido para os mais de 600 milhões de usuários do app, como a integração do Messenger com Giphy, para o envio de GIFs, ou com o Ditty, um serviço que transforma sua mensagem em uma música customizada – tipo essa abaixo.

A integração vai permitir que os usuários sejam convidados a instalar esses apps que interagem com o Messenger, criando novos conteúdos – por exemplo, selecionando um GIF – e retornando ao app do chat do Facebook para responder às suas conversas.

facebook-messenger-app-2

Além dessa integração, o Facebook também aproveitou a oportunidade para anunciar o Businesses on Messenger, que vai incentivar que empresas e lojas respondam aos seus consumidores através do próprio app de mensagens do Facebook.

messenger_business-1

Uma das intenções é conseguir integrar processos de compra, que poderiam enviar notificações de status diretamente pelo chat do Facebook, avisando quando o produto estiver sendo encaminhado, ou algo do tipo. Um passo a mais para substituir o email até mesmo em transações mais sérias como compras, e não apenas na conversa com os amigos.

messenger_business-2

A API do Messenger para desenvolvedores já está liberada, valendo para desenvolvedores do Brasil inclusive. Já o Businesses for Messenger será inicialmente testado com alguns parceiros do Facebook, mas a expectativa é poder expandir o seu funcionamento também para outras empresas.

Compartilhe: