Facebook Messenger passa a aceitar apenas números de celular (em alguns países)

Não é mais necessário ter uma conta na rede social para usar o aplicativo

por Rafael Silva

O Messenger, aplicativo de troca de mensagens do Facebook, ficou mais interessante hoje para aquelas pessoas que não querem se cadastrar na rede social. Uma atualização para o programa liberada nesta quarta-feira retirou a obrigatoriedade de uma conta no Facebook para usar o aplicativo. Agora tudo que ele pede é um número de telefone, o nome e uma foto.

A novidade, no entanto, traz suas restrições: esta opção está disponível apenas para quem mora nos EUA, Canadá, Venezuela ou Peru. Para todo o resto do mundo, ainda é necessário uma conta na rede social – ao menos por enquanto. E o Facebook deixa bem claro que quem escolher usar o Messenger com uma conta terá mais vantagens no aplicativo – como o contato mais fácil com os amigos do Facebook e a possibilidade de conversar em diversos dispositivos ao mesmo tempo, o que sugere que o bate-papo para quem usou apenas o número de celular não vai ser sincronizado em múltiplas plataformas.

facebook-messenger-android

Ainda assim, o Facebook Messenger passa a se igualar aos concorrentes como Telegram e Viber, que também só pedem apenas números de telefone para o cadastro. De uma certa forma ele também concorre agora com o WhatsApp, mas como os dois aplicativos são de propriedade do Facebook a concorrência é apenas interna.

Baixe a nova versão do Facebook Messenger para Android na Google Play Store e para iOS na iTunes App Store.

Compartilhe: