Como foi feita a cena do Mercúrio em “X-Men: Apocalipse”

Como foi feita a cena do Mercúrio em “X-Men: Apocalipse”

Tem mais efeitos práticos do que você imaginava

por Carlos Merigo

Depois do sucesso em “Dias de Um Futuro Esquecido”, que foi certamente o momento mais comentado daquele filme, é lógico que Mercúrio voltaria para mais uma cena em super slow-motion no novo “X-Men: Apocalipse”. Na minha opinião, nem é tão legal quanto, já que da primeira vez o personagem altera os acontecimentos de forma criativa, e dessa vez limita-se a mover pessoas pra fora da Mansão Xavier. Até a escolha da música foi menos inspirada.

De qualquer maneira, é um feito técnico incrível e que imediatamente gera a pergunta: como foi que filmaram isso?

No curto vídeo acima, a 20th Century Fox mostra os bastidores dessa cena, com depoimentos do diretor Bryan Singer e dos coordenadores de dublês. Praticamente feita na íntegra pela segunda unidade de filmagem, é interessante notar como grande parte dela foi feita com efeitos práticos, ao contrário do que se imaginava.

Com explosões e destruições reais, a cena foi capturada a 3 mil frames por segundo com as famosas cameras Phantom. Claro que tudo incluiu um extenso trabalho de computação gráficas, mas as imagens dos bastidores dão uma noção do planejamento insano de movimentos coordenados e uso de cabos e trilhos.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link