Wall Street Journal vai falar palavrão

“Uma tempestade de merda” vai aparecer no jornal

por Rafael Silva

Não é sempre que falamos de mudanças que acontecem na mídia, mas quando envolve algo importante é sempre bom citar para mostrar como ela está evoluindo com o tempo. Dessa vez a novidade vem do Wall Street Journal, que anunciou esta semana uma mudança na sua política de publicação de “vulgaridades”. A partir de agora, o jornal vai imprimir alguns palavrões, ao invés de suprimi-los.

Antes dessa mudança todas as vulgaridades eram censuradas pelo jornal. “Shit storm“, por exemplo, virava “s— storm“, usando o chamado “Barney dash“, traço nomeado pelo ex-editor Barney Calame que instituiu a política. A partir de agora, se for uma citação direta de alguém e o jornal considerar que o palavrão é importante para mostrar como a pessoa se comunica, “a maioria dos palavrões será publicado”.

Alguns palavrões ainda receberão o traço, como xingamentos raciais, “fucking” e “cunt”, que o jornal julga ainda serem pesadas demais para aparecerem na mídia sem uma censura.

A mudança aconteceu, segundo o jornal, motivada pelas discussões políticas nos EUA. Um candidato à presidência em particular chegou a dizer que vai “bomb the shit” das operações de petróleo do Estado Islâmico.

Saiba mais sobre a nova política no site do WSJ.

Compartilhe: