Os refugiados nos Jogos Rio 2016 ganham destaque em campanhas da ONU e Visa

Ele já lutaram pela própria sobrevivência. agora vão lutar por algo que desejam.

por Carlos Merigo

Uma novidade nessas Olimpíadas foi a formação de um time de refugiados. São 10 atletas de diversas nacionalidades, como Síria, Sudão do Sul, Congo e Etiópia. Juntos, eles competirão sob a bandeira do Comitê Olímpico Internacional, e já tiveram momentos emocionantes no Rio de Janeiro antes mesmo do início da competição.

Duas campanhas foram lançadas hoje com foco nessa equipe de refugiados. A primeira é do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, o UNHCR, que lembra que esses 10 atletas já lutaram pela própria sobrevivência, e agora vão lutar por algo que desejam.

A criação é Grey, de Londres. Assista acima.

O segundo comercial é da Visa, que lembra a incrível história da nadadora síria Yusra Mardini. Ela ganhou notoriedade internacional em 2015, depois de salvar a si própria e mais 17 refugiados quando tentavam atravessar o mar Mediterrâneo até a Grécia. O motor do bote parou de funcionar, então ela nadou até a costa puxando a embarcação.

A criação é da BBDO de Nova York. Assista abaixo.

Compartilhe: