Câmeras-robô capturam imagens subaquáticas nas Olimpíadas do Rio 2016

Equipamento permite girar, virar e dar zoom nas câmeras

por Rafael Silva

Engana-se quem acha que as fotos subaquáticas tiradas nas Olimpíadas foram feitas por um mergulhador na piscina durante a competição. Embora fotógrafos cliquem o momento exato, há um robô responsável pelas fotos – e dentro de cada robô, uma câmera Canon 1DX Mark II. A Canon, aliás, levou um enorme arsenal para o evento. Veja acima um vídeo demonstrando uma parte de como eles funcionam e sua instalação.

Enquanto antes os fotógrafos lidavam com câmeras estáticas, com esse robô é possível ajustar o zoom, girar e virar a câmera de vários ângulos para capturar a foto perfeita, sem depender do atleta entrar no frame. E essa não é a primeira vez que robôs são usados em fotos subaquáticas – nas Olimpíadas de Beijing 2008 a Reuters capturou imagens da mesma forma, embora os seus robôs não fossem tão sofisticados.

Dessa vez, a Getty Images é responsável pelos robôs e na equipe de fotógrafos responsáveis pelos cliques estão Al Bello, Clive Rose e Adam Pretty. Os robôs são controlados por Bello na linha de chegada perto da piscina, onde o veterano da Getty Images enxerga as imagens com um monitor. Ele diz que dessa forma conseguiu capturar muito mais fotos em menos tempo.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link