Réveillon, a noite mais importante do ano para o Uber

Réveillon, a noite mais importante do ano para o Uber

Empresa prevê 15 milhões de corridas ao redor do mundo, o triplo do ano novo passado

por Carlos Merigo

Chamar um Uber em épocas e eventos especiais pode ser complicado e caro, mas nada comparado à noite de ano novo.

Em 2016, a empresa prevê mais de 15 milhões de corridas ao redor do mundo, em cerca de 450 cidades em que opera, na última noite do ano. É um número três vezes maior do que em 2015.

A demanda explode e as reclamações também. Com o aumento de preço e serviço longe do ideal, a equipe de relacionamento do Uber tem trabalho para controlar os protestos nas redes sociais. Na última virada do ano, pessoas reportaram aumento de 10x na tarifa. Até o CEO, Travis Kalanick, respondeu usuários no Twitter e Facebook nas viradas de ano anteriores.

Para minimizar frustrações, Uber pede para verificar bem o preço estimado antes da corrida e dividir a viagem com outros usuários sempre que possível.

Segundo relatório divulgado pela empresa, das 20h do dia 31 de dezembro até 7h do dia 1º de janeiro a tarifa deve ficar mais alta. Mas é da 0h até 3h que você deveria evitar a todo custo.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link