fbpx
3%

Netflix ganhou 7 milhões de novos assinantes no último trimestre

Empresa citou a estratégia de produções originais domésticas, incluindo a brasileira “3%”, como parte do sucesso

por Carlos Merigo

Em relatório divulgado hoje para investidores, a Netflix revelou seus mais recentes números, indicando um novo recorde de novos 7.05 milhões de novos assinantes no último trimestre de 2016.

A curiosidade, porém, é que 5.12 milhões desses assinantes vieram de fora dos Estados Unidos, uma proporção inédita para a empresa.

O crescimento da base ajudou a aumentar a receita em 36% em relação ao mesmo período de 2015: 2.48 bilhões de dólares. As ações da Netflix também atingiram seu ponto mais alto: 133 dólares cada.

No relatório, a empresa dedica o crescimento ao investimento em produções originais de sucesso, principalmente fora do país, citando o exemplo de “3%”. Segundo a Netflix, a série sci-fi brasileira também foi bem consumido nos EUA, com opções de dublagem e legendas em inglês.

A estratégia doméstica tem sido vital para o aumento da base em cada país, além da possibilidade do conteúdo também ser assistido por outros públicos.

Em 2017, a empresa promete investir 6 bilhões de dólares em 1000 novas horas de conteúdo original – 1 bilhão a mais do que em 2016. A Netflix lembra que isso corresponde a um crescimento de dois terços de programação este ano, gastando apenas 16% mais. A única rede de TV que investe mais é a ESPN.

A empresa também citou que em apenas quatro anos desde que a primeira série original foi lançada, em 2013, as criações Netflix ocuparam 5 posições no ranking de atrações de TV mais procuradas globalmente no Google no ano passado. “Stranger Things” ficou em primeiro lugar em 2016.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link