lady-gaga-drone

Show da Lady Gaga no Super Bowl 51 teve balé sincronizado de drones – só não foi ao vivo

Drones foram gravados, a Gaga cantou ao vivo mesmo

por Rafael Silva

O show do intervalo com a Lady Gaga no Super Bowl 51 foi incrível. Teve Gaga pendurada por fios, vários fogos de artifício e muita dança ao som das músicas da Mother Monster. Mas além dos bailarinos no palco, a apresentação começou nos ares com outro tipo de dança: drones controlados pela Intel. Assista abaixo o show completo:

A sequência vista no começo do show, no entanto, não aconteceu ao vivo. Ela foi gravada alguns dias antes devido às restrições da FAA, a agência de aviação americana, que impediu voos num perímetro de 55 quilômetros do estádio onde estava acontecendo o jogo. Apenas a parte da Gaga descendo nos cabos em diante realmente aconteceu no momento em que foi transmitido.

Dito isso, a sequência ainda é bem incrível. Ao todo foram usados 300 drones que são chamados, apropriadamente, “Estrelas cadentes”. Eles pesam só 280 gramas cada um e um feixe de LED permite que eles façam combinações incríveis de cores – de fato, 4 bilhões diferentes. E todos os 300 são controlados por um sujeito só, no solo.

Essa sequência é algo que a Intel tem bastante expertise pra fazer. Nos últimos anos a empresa executou vários teses, participou de competições e fez fazer acontecer com esses equipamentos. Veja abaixo alguns dos clipes que eles publicaram no canal do YouTube.

Compartilhe: