YouTube vai atrás do Twitch com Super Chat e ativa transmissões ao vivo pelo celular

Agora você pode pagar para ser notado pelo seu YouTuber favorito

por Leonardo Muraoka

O YouTube anunciou ontem uma novidade para quem já faz transmissões ao vivo no site. Chamada Super Chat, a ferramenta é uma forma de ganhar dinheiro com a audiência da transmissão. Veja no vídeo acima como ela deve funcionar.

Basicamente ele pode ser comparado a comprar uma assento na primeira fila de um teatro digital, permitindo que o fã se destaque nas centenas ou milhares de espectadores e tenha atenção de um criador por meio da compra de mensagens no chat. Essa novidade é uma das formas que o YouTube encontrou de fazer frente ao Twitch, serviço de transmissão de jogos que tem uma funcionalidade parecida.

As mensagens são destacas com cores diferentes e também fixadas no topo do chat. Quanto mais o usuário pagar, mais caracteres poderão ser escritos, e a mensagem será fixada por mais tempo, podendo chegar a até 5 horas.

Esse é um novo recurso para que os criadores de conteúdo consigam levantar algum dinheiro enquanto se mantém conectados aos fãs. O recurso das transmissões nos smartphones também deve ser disponibilizado àqueles que ainda não tem 10 mil inscritos em breve.

Além disso, o YouTube também está implementando transmissões ao vivo direto do celular, aos moldes do que o Instagram e Facebook já fazem. A plataforma de vídeos que já incluía transmissões do computador desde 2011, agora liberou aos criadores com mais de 10 mil inscritos o recurso para smartphones. Você pode ver abaixo um vídeo feito com o Alex Wassabi, apresentando a ferramenta.

Para iniciar as transmissões, basta abrir o aplicativo do YouTube e clicar no botão de captura. Os vídeos transmitidos terão as mesmas funcionalidades que os regulares. Eles poderão ser encontrados pela busca, através de recomendações ou listas de reprodução. Segundo o Google, a empresa trabalhou em conjunto com os criadores, e segundo as recomendações, aceleraram o bate-papo ao vivo, que era uma das piores partes de se transmitir no YouTube, e melhoraram a qualidade do vídeo em todos os dispositivos.

Compartilhe: