Skol e o desafio de uma marca que precisa transcender ao seu passado

Oito artistas fizeram releituras de pôsteres da marca

por Juliana Wallauer

Desde janeiro com um novo posicionamento – Redondo É Sair do Seu Passado – a Skol tem voltado sua comunicação para peças mais inclusivas e diversas.

No dia da mulher foi a vez de colocar no ar uma releitura de pôsteres antigos que objetificavam o corpo feminino através de 8 artistas que descontraíram as imagens, simbolizando a desconstrução da marca.

Um posicionamento corajoso, porque rompe com um passado vencedor, forte no imaginário popular e premiado em festivais. O filme claramente foi feito como uma resposta para um nicho, para as ativistas que apesar de minoria conseguiram fazer muito barulho e colocar a marca no centro de um furacão. Mas é consistente com a nova mensagem de massa da marca, que apresenta a cerveja em um contexto em que todos se divertem e são sujeitos, de forma natural e não panfletária.

Campanha redondinha. Mais um gol da F/Nazca.

Compartilhe: