SXSW 2017: Os novos oráculos

Como a inteligência artificial interfere radicalmente na forma como percebemos e nos relacionamos com o mundo

por Juliana Vilhena Nascimento / Head de Atendimento, R/GA

Responda rápido: o que satélites e interfaces via voz tem em comum?

Em um tweet: ambos sabem mais sobre você do que você mesmo.

Explico: hoje vi duas palestras que mostraram como AI irá interferir radicalmente na forma em que percebemos o mundo a nossa volta e como nos relacionamos com ele.

A primeira delas falava sobre a evolução das interfaces – que em função do crescimento exponencial de aparelhos “voice first” (projetado para cerca de 33 milhões de aparelhos em 2017) serão cada vez menos gráficas e cada vez mais baseadas em conversas naturais, soltas (bem diferentes das que temos hoje com Alexas, Cortanas e Siris).

Estas moças falantes, logo mais, saberão tanto sobre nós e nossos hábitos que serão capazes de antecipar necessidades e tomar decisões por nós. Sophia Yeres, a palestrante, vaticinou: estas interfaces inteligentes acabarão decidindo mais sobre a nossa personalidade do que nós mesmos.

Ainda seremos direcionados, surpreendidos (e talvez substituídos) por combinações tecnológicas no futuro próximo

compartilhe

Depois, vi um panel com um dono de startup que está adicionando AI a satélites pra que se consiga trazer contexto, quantificar, identificar formas e indexar tudo o que os satélites veem. Com a tecnologia desenvolvida pela Space Know, já é possível contar o número de carros no pátio de uma montadora, saber quanto petróleo há nos tanques de uma refinaria através da análise do formato dos seus tanques (que se retraem quando o combustível é retirado), usar modelos de heatmapping pra mostrar quais fábricas na China produzem mais. Só olhando tudo lá do alto.

Estas tecnologias, juntas ou separadas, nos mostram como ainda seremos direcionados, surpreendidos (e talvez substituídos) por combinações tecnológicas no futuro próximo. Qualquer semelhança com os antigos oráculos gregos – que tudo sabiam e previam – não é mera coincidência…

Esse conteúdo é oferecimento da Apex-Brasil, que divulgará durante o SXSW 2017 a campanha Be Brasil, uma narrativa envolvente que promove um Brasil confiável, inovador, criativo e estratégico no mundo dos negócios. Saiba mais em www.bebrasil.com.br/pt

Compartilhe: