Skol reforça diferença entre xaveco e assédio em campanha para o Carnaval

Marca mostra que “chegar pegando” não está liberado só porque é Carnaval

por Soraia Alves

Já é quase Carnaval! E a Skol aproveitou sua campanha especial  dessa época para reforçar a diferença entre xaveco e assédio.

O primeiro vídeo mostra que “chegar pegando” não é nada legal, enquanto o segundo ressalta que certos comentários julgadores nunca devem ser feitos, ainda mais no Carnaval, que cada um se diverte como quiser.

Os dois vídeos utilizam do efeito “quadrado versus redondo” que nossas palavras e atitudes geram, assim com a base da publicidade já conhecida da cerveja redonda.

Para definir os temas dos vídeos criados pela agência F/Nazca Saatchi & Saatchi, a marca se baseou nos resultados da pesquisa “Skol Diálogos”, que revelou que o preconceito ainda mais praticado pelo brasileiro, mesmo sem ser notado, é o machismo, citado por 61% dos entrevistados.

A campanha de Carnaval também amplia a mensagem dos filmes lançados pela cerveja para o verão, nos quais comentários quadrados dentro de temas como machismo, homofobia e gordofobia eram arredondados.

Segundo a empresa, a Skol tem convidado as pessoas a saírem do quadrado, a quebrarem estereótipos e viverem experiências livres de preconceito e pré-julgamentos.

Compartilhe: